Oportunidade por causa do clima

O inglês Richard Blychenden estava aflito na Feira de Alimentos na Louisiana, EUA. Importador de chá indiano, o expositor não havia poupado investimentos para montar seu estande: levara nativos do Sri Lanka, que vestidos com roupas típicas, preparavam o chá na hora. Estava tudo perfeito. Só um detalhe havia fugido do controle: o clima.

Aquela semana foi insuportavelmente quente na região. Os visitantes sofriam com o calor, suavam bicas e ninguém queria saber de bebida quente. Pelo contrário; tudo que queriam era se refrescar com bebidas geladas e sorvetes. 

No primeiro dia, Richard ficou preocupado. No segundo dia desesperado. O caprichado estande, sempre vazio, levou o inglês a concluir: tenho que fazer alguma coisa e rápido. 

No terceiro dia da feira Richard fez uma coisa que até então ninguém havia pensado. Oferecer chá gelado. Pegou emprestado com expositores vizinhos alguns copos altos e adicionou gelo ao chá quente. Colocou um grande cartaz com letras garrafais: “Novidade! Chá gelado delicioso. Experimente.”

As pessoas começaram a experimentar a novidade…e aprovaram. Em pouco tempo, uma fila se formou no estande. E, foi assim que, em 1904, foi criado o Ice Tea, hoje em dia uma das bebidas mais populares dos Estados Unidos, responsável por um mercado avaliado em U$ 2 bilhões anuais.

O que podemos aprender com Ice Tea:

Muitas soluções podem ser geradas através de uma atenta observação do ambiente e da demanda do mercado. A inovação, muitas vezes, é uma adaptação de um produto ou serviço a um novo cenário.