Como surgiu a Avon

David McConnell era um jovem que tentava ganhar a vida em Nova York vendendo enciclopédias de porta em porta.

Era final do século XIX e a economia americana não era boa. Havia muita recessão e desemprego. Seu público-alvo era formado por donas de casa. Nessa época, a maioria das mulheres casadas ficavam em casa enquanto seus maridos trabalhavam.

Ele teve uma ideia: procurou um amigo farmacêutico que misturou diversos ingredientes e criou uma fragrância.

A estratégia dele era clara: oferecer como cortesia um perfume em troca de alguns minutos da atenção da mulher para apresentar suas enciclopédias.

David desanimou quando percebeu que havia acabado todos os frascos de perfume que ele havia produzido sem ter conseguido vender nenhuma enciclopédia sequer. Até que um dia uma senhora o avistou na rua e correu até ele, Ela queria comprar … mais perfume porque o dela havia acabado.

E assim surgiu a Avon. 

As vendas de porta em porta sempre fizeram parte do DNA do negócio.

Pouco tempo depois, 5 mil mulheres cadastradas vendiam produtos Avon em todo os Estados Unidos.

David assim criou um negócio revolucionário e lucrativo quebrando dois paradigmas.

Popularizou um artigo que, até aquela época, era bastante restrito à classe alta.

Ofereceu um meio de renda para as donas de casa.

O que podemos aprender com David McConnell:

Ele foi capaz de ouvir o que o mercado queria comprar e não o que ele queria vender. Foi humilde para mudar de direção e foi rápido para dar a resposta à demanda que ele percebeu.